quarta-feira, 29 de outubro de 2008

El Comandante Moura


"Se não sentisse apoio por parte das Federações não estaria aqui"

Afirmou hoje à noite em Lisboa, o eterno presidente do Comité Olímpico português enquanto anunciava formalmente a recandidatura a este organismo. Mas por acaso também já tinha anunciado solenemente que iria abandonar o organismo. Relembrando os nossos queridos leitores que o capitão de Mar e Guerra Vicente Moura anunciou o bater de porta, abalado (birra dizemos nós) perante a falta de medalhas e o muito badalado e divertido NacaminhaGate - quando o Marco Fortes afirmou que "de manhã na caminha é que é bom".

Agora El Comandante diz que houve "excessos de emoção" e que ainda em Pequim muitos lhe ligaram para o telemóvel a pedir que ficasse no COP.

Calculamos que tal tenha tido um efeito de calmante neste velho marinheiro e a birra terá passado. De qualquer forma O Correio Preto roga aos apoiantes do velho Lobo-do-mar, contenção e que da próxima vez que este exibir tamanha cólera lhe mandem cartas, sempre ajudam os correios (pretos, brancos e amarelos) e poupam no roaming. Lembrem-se das suas palavras sabias durante o jantar:

"para a próxima, mais vale falar menos"

1 comentário:

spruitje disse...

Pequena correcção: o que ele disse foi "de manhã estou bem é na caminha". Não vamos agora denegrir os jovens atletas com interjeições de carácter libidinoso. O rapaz é só dorminhoco. Só isso.