segunda-feira, 2 de março de 2009

O candidato!

Vem viver a vida, amor
Que o tempo que passou
Não volta, não.

Sonhos que o tempo apagou
Mas para nós ficou
Esta canção

Há muito, muito tempo
Eras tu uma criança
Que brincava num baloiço
E ao pião

Vínhamos da escola
E oferecia-te uma flor
Que desponta agora
No teu coração

Vem viver a vida amor
Que o tempo que passou
Não volta, não.

Sonhos que o tempo apagou
Mas para nós ficou
Esta canção

Vem viver a vida amor
Que o tempo que passou
Não volta, não.

Sonhos que o tempo apagou
Mas para nós ficou
Esta canção

NOTA DO ESCRIBA: A flor afinal era uma rosa.

2 comentários:

Luis Melo disse...

Sócrates mais uma vez foi, como se costuma dizer, "rato". Vital Moreira já algumas vezes discordou do governo, o que lhe dá crédito e imparcialidade. Vital Moreira veio do PCP, o que colhe simpatia mais á esquerda. Vital Moreira não está conotado com nenhuma direcção recente do partido, o que o deixa fora de polémicas como "Casa Pia" ou "Freeport".

A escolha de Vital Moreira é, portanto, uma questão apenas táctica e não política. José Sócrates tenta com esta escolha, apenas ludibriar mais uma vez o povo português. Aliás, é mais do que óbvio que existiriam figuras, politicamente muito mais fortes do que o autor de Causa Nossa.

Nostalgia disse...

Seja lá o rapaz uma boa escolha ou não...
o que é certo é que este post está MARAVILHOSO
Já nem me lembrava desta canção
acenta-lhe que nem uma luva