terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Promulgar ou a vã gloria de protestar!


E prontos lá passámos umas horas em ansiedade (à brava!) a espera do que tão importante tinha o nosso primeiro - ai perdão - presidente para dizer. Desta vez já sabíamos que não era sobre a resignação nem nenhuma doença maligna que soprava para os lados de Belém mas tão só o estatuto do imperador ming dos açores... pronto é só da região autonóma mas da maneira que Cavaco fala parece que é uma coisa proveniente das entranhas do mal.

Falou, ameaçou, falou, barafustou, ameaçou outra vez e no fim sempre o mesmo desfecho.. faz lembrar o Sr. Augusto da mercearia: - Ai menino isso é muito difícil de arranjar, mas vamos ver o que se arranja!

Chegados ao dia não falha... promulga sempre!

4 comentários:

PedroC disse...

Promulga porque é obrigado a isso. qd uma lei é devolvida à AR pelo PR, este tem de a promulgar da segunda vez, que é o caso!

E isto tem muito mais que se lhe diga do q uma suposta casmurrice do PR. se lhe dissessem que a partir de agora, p despedir a empregada da limpeza tinha de ouvir a vizinha do lado onde ela tb trabalha, se calhar já n lhe fazia sentido... percebeu assim??

Anónimo disse...

Mais!
Isto foi uma armadilha do sr. Pinto de Sousa, vulgo José Sócrates, para o Sr. Presidente da República dissolver a Assembleia...
Mas ele não foi no logro!
Não gosto do P.R., mas aqui ele esteve bem!

Luis Melo disse...

Sócrates substimou e muito a inteligência de Cavaco Silva. Julga ele e o PS que ganharam esta guerra, mas isto foi apenas uma batalha e a guerra só termina em Outubro 2009.

Sócrates conseguiu fazer com que Cavaco pondere intrometer-se nas eleições de 2009 a favor do PSD.

E desenganem-se aqueles que pensam que Cavaco não o consegue fazer discretamente. Fa-lo-á para que não comprometa tbém a sua eleição em 2011.

RR disse...

caro pedroC

Não gosto de confundir orgãos de soberania com funcionários, mas por acaso de não ter pensado nisso:
http://dn.sapo.pt/2008/12/23/nacional/pr_sancao_recusar_estatuto.html