sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Conhece o teu inimigo


A frase é atribuída ao sábio-guerreiro chinês Sun Tzu.

Uma máxima desenvolvida por Sócrates e pelo seu governo da seguinte forma: “se for fraquinho rebenta-o todo; se for maior que tu, finge que és mau, mas depois pede desculpa e explica-lhe que estavas a brincar”.

Com os professores e os trabalhadores por conta de outrem que tenham as contas com o fisco em atraso, o governo é implacável na réplica verbal, intransigente na postura política.

Com a banca, foi o que se viu. Teixeira dos Santos avisou que o governo podia retirar as linhas de crédito concedidas aos bancos, porque as mesmas tardam em chegar aos destinatários finais.

A banca franziu o sobrolho e Teixeira dos Santos não só recuou, como até prometeu mais apoios.

1 comentário:

JC disse...

Estavam esperando o quê? Passaram 3 anos a fazer do guerreiro menino um douto engenheiro predestinado, e agora perceberam que "eles comem tudo e não deixam nada". Pensei que sabiam mais de dialéctica marxista, ou ao menos, de José Mário Branco. Bem sei, bem sei, ele contratou quase todos os vossos colegas e com o vosso silencio conivente, anestesiou o país, e concentrou todo o poder e o dinheiro. Esperem que depois de tranformar a golpada em legalidade (adjudicar obras aos amigos directamente até Um Milhão e Trezentos Mil contos, desculpem mas em numeros grandes o meu cérebro pensa em contos...), a investigaçãpo de crimes económicos e outros serve apenas para perseguir actuais ou potenciais adversários políticos, e quem quer que tenha opinião. Estejam atentos, a PIDE renasceu!