sábado, 10 de janeiro de 2009

Pragmatismo

Pragmático, versátil, com uma tremeda capacidade física para desdobrar e rodopiar, sem perder a compostura e o sorriso, imparável apesar de todos os obstáculos que enfrenta pelo caminho, eis José Sócrates numa versão única e divertida.

4 comentários:

marca amarela disse...

V. "posta" que se farta! Os seus "posts" dificilmente ultrapassam a espuma dos acontecimentos.Navegam na superfície dos sucessos. Não se lhe pode exigir mais e, na realidade, estão ao nível mediocre da governança e da oposição "democrática". O que começa a ser insuportável é a sua postura acocorada perante aquela coisa que é 1º ministro. Que v. queira ganhar o prémio Mónica Lewinski é lá consigo, mas tenha um pouco de pudor. Exiba-se menos em público. Todos lhe agradecemos, a começar pelo próprio blog, penso eu.

Emídio Fernando disse...

Para a Marca Amarela: Ai, já cá faltava momentos de rara estupidez. É sempre bom reler umas parvoíces, sobretudo quando a autora acha que o post "navega na superfície dos sucessos". É profundo! Muito profundo! E, já agora, o quer isso dizer? Mas é giro assistir a isto: a marca amarela não gosta, mas vem cá ler. Ou é masoquista - coisa que não estranharia - ou é ainda mais estúpida do que a minha imaginação alcança. Ou deve ser o primeiro-ministro que a obriga a ler isto, de arma apontada. Mas aposto mais na estupidez. Mas, sabe, ela (a estupidez) também faz parte da construção do Mundo. E mais: é deles, dos imebecis, o Reino dos Céus. Não se distraia assim tanto, pegue nuns euros e vá a FNAC comprar um livro. Mas leia-o, por favor, não o ponha na estante para decorar a casa!

marca amarela disse...

Emídio, v. tem vários problemas:
1ºA sua espessura óssea é evidentemente assinalável e no buraco que resta tens uns cubos que chocalham na gordura. O barulho que provocam v. confunde com pensar.
2ºV. é muito ignorante, a começar por não saber que marca amarela é uma figura da literatura, de um género de literatura. A sua cultura é claramente a da wikipédia e pouco mais, além do seu português ser lexicalmente muito restrito.
3º Um esclarecimento. Até ao final da sua vida, e viva até aos 100 anos, não lerá, muito menos perceberá, 1/3 do que já li e entendi. A propósito sabia que a estupidez, não a sua que é de notória inutilidade,pode ser factor de progresso? Pois é, não conhece o Elogio da Estupidez do Musil (Musil será uma marca?)
4ºNão sou masoquista. Visito o blog nunca por si, mas tropeço em si.Azar similar ao ir na rua e pisar uma inconveniência largada por um cão. Por vezes irrito-me e perco tempo a fazer um comentário. Erros meus, má fortuna porque o resultado é v. pensar que existe!O mundo está cheio de fogos fátuos, vou deixá-los vogar no éter, para sempre!!!

Emídio Fernando disse...

Marca amarela: ainda bem que quando tropeça vem aqui parar. Deve ancdar a tropeçar muitas vezes. E gosta. Certamente se usasse o tempo para outras coisas, não estaria a despejar frustações. Paciência. Não vou perder tempo consigo, mas dou-lhe um conselho. Já que leu tantos livros, descubra se passou os olhos por um dicionário. Está lá explicado o significado da palavra "ironia". Vá lá, consulte-o e evite a camada de estupidez que lhe tolde a alma. E talvez perceba o post (que quer? sou um optmista, acredito que consegue perceber alguma coisa)