terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Marujo ao mar!

O rapaz queria andar de barquinho e tinha que tirar a carta de marinheiro - talvez para passar debaixo da sua Lusoponte. Não contava é que desse raia e andasse hoje nas bocas do mundo!

Este ao menos não está no Conselho de Estado!

3 comentários:

Anónimo disse...

vantagem do PR

Luis Melo disse...

Obviamente que é de condenar, qualquer tipo de atropelo á verdade e á etica.

Mas será que não há mais nada com que os media se possam preocupar?

Só mesmo o CM para publicar uma noticia destas. Instigando mais o povo com crime, intriga, escândalo e corrupção.

o embarcadiço disse...

nem boia lhe atirava