sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Diplomacia testicular


Esqueçam a diplomacia económica e arrumem de vez a diplomacia do croquete. Isto é o relato do encontro de duas verdadeiras almas gémeas.

O Nouvel Observateur apresenta a versão gaulesa sobre como Nicolas Sarkozy convenceu a Rússia a travar os seus tanques no Verão passado, quando o Ocidente estava convencido de que Putin e Medvedev apenas parariam quando obtivessem a cabeça do presidente Saakashvilli numa bandeja. Ou algo mais…

A revista francesa cita Jean-David Levitte, conselheiro diplomático do Eliseu, para reconstituir o diálogo decisivo:

Nicolas Sarkozy: “Vocês não podem fazer isso, o mundo não o aceitará.”

Vladimir Putin: “Vou fazer pendurar o Saakashvili pelos tomates.”

NS: “Pendurar?”

VP: “Porque não? Os americanos fizeram o mesmo com o Saddam Hussein.”

NS: “Sim, mas tu queres acabar como o Bush?”

VP: (depois de uma pausa) “Ah, agora marcaste um ponto.”

“Está feito”, escreve o NO, “Saakashvilli salvou a cabeça e os…”

Só não fica claro que parte do “pendurar” pretendido por Putin é que Sarkozy não percebeu imediatamente…

1 comentário:

spruitje disse...

Este senhor faz-me lembrar alguém. Estou indecisa entre o Fritzl e a Cruela de Ville