quinta-feira, 14 de maio de 2009

De socialista freelance a socialista em full-time

Ainda a procissão da campanha das europeias vai no adro e já Vital Moreira, que se auto-definiu como um socialista freelance, teve tempo para dar palpites sobre Manuel Alegre e a vida interna do PS, de se pronunciar sobre a permanência de Lopes da Mota no Eurojust, de comentar a violência em Setúbal e de se auto-promover a “face visível” do PS. Para já não falar de toda a gestão corrente do burgo regularmente analisada e opinada no blog e no Público.

Imaginem quando lhe der para começar a militar também nas horas extraordinárias. Nessa altura será melhor António Vitorino arranjar outra coisa qualquer para fazer nas terças à noite, porque já há substituto para as notas soltas na RTP.

1 comentário:

Luis Melo disse...

Superliga "incompetente-mor": Sócrates marca pontos

Cerca de 18 mil micro empresas encerraram desde Janeiro [...] De acordo com o presidente da ANPME, "há micro empresários a falir todos os dias" [...] De acordo com dados divulgados à Lusa pela AIP, as micro empresas empregam 28% dos trabalhadores, mais 3% do que as grandes empresas.

aqui, eu tinha falado das PME. Há já mais de 2 anos que o PSD tem alertado para a importância das Micro e PME. Marques Mendes até falou sobre a criação de um ministério para estas empresas. Manuela Ferreira Leite não para de alertar para a importância destas empresas na economia portuguesa. O PM não quer ouvir e continua a beneficiar apenas as grandes empresas.

Depois do início da grave crise, José Sócrates - o auto-intitulado salvador das empresas portuguesas - anunciou 'n' medidas para as Micro e PME. Os programas PME Invest 1,2 e 3; redução de impostos (quais? em que condições?); beneficios fiscais (quais? em que condições?). Medidas essas, tão boas... que o resultado é o que se vê.

Mais 3 pontos para José Sócrates na Superliga "Incompetente-mor"