quarta-feira, 9 de junho de 2010

cavaco duplamente reformado

o presidente da república esclareceu ontem que só recebe duas e não três pensões de reforma. sempre pensei que, estando no activo e recebendo um salário, cavaco silva tivesse suspendido as pensões de reforma. isso, sim, faria sentido. afinal, o presidente da república mantém no activo a sua condição de duplamente reformado.

8 comentários:

Anónimo disse...

Há muitíssimas pessoas que, estando no ativo, recebem pensões de reforma. Não é só Cavaco Silva. É, aliás, salutar que uma pessoa continue a trabalhar, mesmo quando já está reformado. Se uma pessoa de 70 ou 80 ou 90 anos de idade pode trabalhar (Manoel de Oliveira tem 101 anos de idade e ainda trabalha, José Hermano Saraiva tem mais de 90 e ainda trabalha), é bom para a sociedade (e para a própria pessoa) que o faça, pois que aumenta a produção total. Ora, seria grotesco dizer à pessoa que, se trabalha, então deve prescindir da sua reforma, pois que a reforma é um seu direito. Trabalhar depois da reforma não é uma obrigação e, se a pessoa porventura aceitar fazê-lo, não deverá ser obrigada a prescindir da sua reforma.

Luís Lavoura

Gaivota Maria disse...

Se descontou porque não há-de receber? Pior é os que nada fizeram, tiveram cargos honoríficos e agora recebem reformas por ele. Este bé o caso do candidato alegre

mwamc disse...

Esperemos é que em breve passe a receber mais uma reforma!...

Anónimo disse...

Olhe que não Gaivota Maria. Antes das atoardas convinha informar-se.

Anónimo disse...

gostava de saber onde posso confirmar que o PR recebe o ordenado.

A pergunta pode parecer esquisita mas tive uma discussão com alguem que insitia que o PR so podia estar a receber 1/3 do ordenado, devido á lei de 2005.

Onde posso obter informação sobre isto?

Obrigado.

Bettencourt de Lima disse...

Economistas do Regime.

É necessário estar atento para verificar se a coberto da acumulação de pensões, não se pretende introduzir o principio do plafonamento , ou seja, a partir de certo limite, os vencimentos mais elevados deixarem de descontar para a Sª Social, introduzindo a privatização parcial da Sª Social.. O que é verdadeiramente escandaloso são os Regimes de Pensões do Bº de Portugal e CGD aplicado aos administradores, os quais, a troco de pouco tempo, auferem pensões elevadíssimas. O actual PR, aquele que foi ministro das finanças 3 meses, e muitos outros economistas convidados para o « prós e contras » e presença habitual nas nossa Tv,s aonde debitam austeridade para os outros. Seria interessante listar estas reformas e respectivas acumulações para se aquilatar do descaramento desta gente

Anónimo disse...

Cavaco trabalhou a vida toda para o Esatdo, ou seja as reformas que tem é de trabalhar para entidades estatais, por onde aliás continua a trabalhar e a receber.

Bons motivos para não receber a reforma é que nem toda a gente pode acumular e que não há dinheiro para pagar as reformas de toda a gente.

Assim, se tem disponibilidade para continuar a trabalhar , pode continuar a fazÊ-lo continuando a descontar para a caixa geral de aposentações em vez de estar na situação de pensionista a receber reforma e a ocupar o posto de trabalho que outra pessoa podia ocupar.

Ou de contrário fica a dúvida, trabalham pocupando o lugar de outra pessoa porque se enchem mais ou porque realmente querem continuar a ser úteis?

Anónimo disse...

este blog morreu?????